Notícias

News

27 de Janeiro Dia em Memória das vítimas do Holocausto

 WhatsApp Image 2022 01 26 at 12.25.10   WhatsApp Image 2022 01 26 at 12.25.10 1   WhatsApp Image 2022 01 26 at 12.25.10 2   WhatsApp Image 2022 01 26 at 12.25.10 4
 WhatsApp Image 2022 01 26 at 12.25.10 6  WhatsApp Image 2022 01 26 at 12.25.11  WhatsApp Image 2022 01 26 at 12.25.11 2  WhatsApp Image 2022 01 26 at 12.25.11 4

 Apresentação do projeto Refúgio Migração e Holocausto

Ref Migr Holocaut 1AO projeto 'Refúgio, Migração e Holocausto' consiste no tratamento arquivístico, digitalização, estudo e divulgação pública de um conjunto documental, da Repartição dos Assuntos Consulares, importante para o conhecimento de rotas de fuga durante a II Guerra Mundial. Este serviço centraliza os pedidos de visto apresentados ao Ministério dos Negócios Estrangeiros e aos consulados portugueses. O seu estudo permitirá lançar luz sobre o destino dos refugiados, em especial dos judeus, que escaparam ao genocídio, e daqueles a quem o visto foi recusado e que acabaram em campos nazis. Permitirá melhor conhecer a atuação dos cônsules portugueses.

O projeto desenvolvido pelo Arquivo Diplomático, em conjunto com instituições, nacionais e internacionais, onde se inclui o Instituto de História Contemporânea, a Cruz Vermelha Portuguesa, o projeto Rossio (FCSH – UNL), a European Holocaust Research Infrastructure, os Diplomatic Documents of Switzerland da Academia Suíça de Humanidades e Ciências Sociais e o Laboratoire ITEM, da Universidade de Pau.território da Coreia, traduzida num historial de alguma interação entre as culturas dos dois países que importa preservar, valorizar e desenvolver. Partilhamos quatro séculos de referências mútuas, registadas não só na antiga cartografia portuguesa, mas também noutros documentos históricos.

News

Podcast "Mala Diplomática", ep. 5:
Aristides e os diplomatas salvadores do Holocausto, com Marta Santos Pais

A jurista Marta Santos Pais é a quinta convidada do podcast Mala Diplomática, onde falou da sua experiência como comissária do projeto Nunca Esquecer, criado para homenagear o papel dos diplomatas portugueses que, como Aristides de Sousa Mendes, salvaram vidas durante o Holocausto.

O projeto Nunca Esquecer permitiu aprofundar o conhecimento e estudo da ação dos diplomatas que, incumprindo as ordens que recebiam do regime do Estado Novo, ajudaram milhares de pessoas a fugir de uma morte certa.

"Não houve uma aceitação inquestionável das instruções recebidas por Lisboa e muitos deles fizeram sentir como essas instruções iam no sentido contrário à História", disse Marta Santos Pais. "Assim se salvaram milhares de pessoas."

Oiça este episódio no YouTube ou no Spotify.

News

Boletim Bibliográfico nº 11/12 de 2021 da Biblioteca e Arquivo MNE

A Divisão de Arquivo e Biblioteca do Ministério dos Negócios Estrangeiros informa que se encontra disponível para consulta o Boletim Bibliográfico do MNE n.º 11/12 de 2021. Para aceder ao Boletim, clique aqui.

News

Boletim bibliografico da Procuradoria Geral da República

A Biblioteca da Procuradoria-Geral da República informa que se encontra já disponível para consulta, um novo Boletim Bibliográfico de monografias.

Clique AQUI para aceder ao Boletim.

News

Novas regras após desconfinamento

Informamos os nossos leitores de que a partir de 1 de setembro de 2021 a lotação da sala de leitura irá aumentar para 5 utilizadores por dia. No entanto, mantêm-se as seguintes regras:


1. Deverá ser feita marcação prévia, por  correio eletrónico para dab@mne.pt, indicando a documentação pretendida.

2. É obrigatório o uso de máscara e luvas durante a permanência na Sala de Leitura

3. Na Sala de Leitura e junto dos cacifos deve ser mantido o distanciamento social de 2 (dois) metros, enquanto o leitor aguarda a sua vez de atendimento e de utilização.

4. É obrigatória a higienização das mãos à entrada da sala de leitura - lavagem com água e sabão e/ou solução antissética de base alcoólica

5. Respeito pela etiqueta respiratória, nomeadamente evitar tossir e espirrar para as mãos e para cima dos livros e documentos

News

Portugal nas Nações Unidas 65 anos de História

capa 65 anos portugal na ONU

EM 1955, PORTUGAL JUNTOU‑SE À COMUNIDADE INTERNACIONAL MAIS DURADOURA E UNIVERSAL DA HISTÓRIA — A ONU 

Esta é a história da integração portuguesa nas Nações Unidas. Do seu início atribulado, sob o colonialismo tardio de Salazar e em contexto de Guerra Fria. Da viragem diplomática no pós‑25 de Abril. Da participação destacada em áreas de direitos humanos – de que são exemplos a campanha pela libertação de Timor‑Leste e o empenho incansável na consagração e promoção dos direitos da criança. Da eleição, em três ocasiões, como membro não permanente do Conselho de Segurança e ainda da eleição de António Guterres como secretário‑geral. O volume encerra com uma apresentação prospetiva do cenário mundial que se avizinha e do papel a desempenhar pela ONU. 

«A reforma da governação global deverá ser um passo em frente na criação de um mundo mais justo que possa resolver os problemas partilhados antes de estes nos esmagarem. Necessitamos, mais do que nunca, de estruturas de governação globais que desempenhem um papel na gestão de bens públicos globais cruciais, incluindo a saúde pública, a ação climática, o desenvolvimento sustentável e a paz.» António Guterres, Secretário‑Geral da ONU



Pode aquirir está obra aqui




News

Conversas ROSSIO

save da date conversas ROSSIO


As Conversas@ROSSIO.Com – que serão transmitidas ao vivo no Youtube da Infraestrutura ROSSIO – são uma iniciativa da Infraestrutura ROSSIO que pretende dar a conhecer, em várias sessões com interlocutores convidados, o papel do ROSSIO junto da comunidade, trazendo a debate questões como o acesso à informação, a preservação digital da herança cultural portuguesa e os arquivos do futuro.

A primeira conversa “Save the data: Como os Arquivos web combatem a desinformação” decorrerá no dia 28 de setembro, a partir das 18h00, data em que se comemora o Dia Internacional do Acesso Universal à Informação. Esta sessão contará com a presença de Ricardo Basílio (Arquivo.pt/ROSSIO) e os vencedores do 1.º Prémio Arquivo.pt 2021– Leandro Costa, Paulo Martins e o Professor José Ramalho.

Com o intuito de destacar a importância do acesso público à informação, o Arquivo.pt irá falar-nos da preservação de sites na web portuguesa, acessível a todos, e no acesso à verdade documentada nos arquivos web. O Arquivo.pt e o ROSSIO pretendem contribuir para uma sociedade de conhecimento inclusiva através do acesso universal à informação. O prémio Arquivo.pt 2021 foi entregue ao projeto “Major Minors”, uma Ontologia de recortes de imprensa de jornais portugueses com referência a minorias sociais. Este trabalho visa mapear e estudar a representação de minorias em contexto jornalístico português ao longo das duas primeiras décadas do século XXI.

Pode obter mais informacões 

News

25 Anos CPLP

"Esta exposição pretende mostrar 25 anos de um caminho percorrido em comum, com muita aprendizagem, íntima coordenação, proveitosa cooperação, maior presença da nossa Língua e, consequentemente, nas nossas culturas e das nossas Histórias, no Mundo aberto em que vivemos.

A CPLP que festejamos aqui amplifica a imagem de cada um dos nossos Países, potencia o nosso peso como grupo, e busca, como fim último, o bem estar dos nossos cidadãos.

Para cumprir esses objectivos....bom trabalho, CPLP,  nos próximos 25 anos!!"

Embaixadora Rita Ferro
Representante Permanente de Portugal junto da CPLP

News

Workshop sobre as melhores práticas internacionais em projetos de digitalização já está disponível no canal do Youtube «Diplomacia.pt»

O projeto Refúgio, Migração e Holocausto arrancou com uma discussão teórica e metodológica sobre “Arquivos e investigação história: as melhores práticas internacionais em projetos de digitalização”. O debate desenrolou-se a partir das apresentações dos programas Dodis, Metagrid, EHRI e Rossio.
Na Parte 1 da gravação, pode ouvir Sacha Zala (“Publicando e interconectando documentos diplomáticos: o caso suíço: Dodis e Metagrid”), e Veerle Vanden Daelen e Mike Bryant (“EHRI em diálogo com arquivos e projetos sobre publicação sustentável de metadados em fontes do Holocausto”).
Na Parte 2, Daniel Alves fala sobre “Plataformas de fonte aberta para ligar dados e melhorar a investigação: abordagens da Infra-estrutura ROSSIO e do Laboratório de Humanidades Digitais do IHC”. Em ambas, o diálogo entre os convidados e a equipa do projeto Refúgio, Migração e Holocausto foi animado e produtivo. Disponível nestes links do canal Diplomacia.pt:

https://www.youtube.com/watch?v=592O8_DIDio

https://www.youtube.com/watch?v=bL7L8eRCvWk


News

Programa Nunca Esquecer - Lançamento de 3 livros de investigação

No âmbito do Programa Nunca Esquecer, no passado dia 17 de Junho teve lugar o Ministério dos Negócios Estrangeiros a cerimónia de lançamento de três obras de investigação, publicadas na Coleção "Essencial Sobre" da INCM, e que podem ser acedidas gratuitamente.

livrofernandorosas O Essencial Sobre Os Portugueses no Sistema Concentracionário do III Reich

Fernando Rosas, Ansgar Schaefer, António Carvalho, Cláudia Ninhos e Cristina Clímaco

livroclaudianinhos
O Essencial Sobre Aristides de Sousa Mendes

Cláudia Ninhos

livromargaridaramalho
O Essencial Sobre Os Salvadores Portugueses

Margarida de Magalhães Ramalho

News

Instituto Diplomático do MNE é o novo content provider do ROSSIO

A rede de content providers do ROSSIO continua a crescer, desta vez com a integração de recursos da Divisão de Arquivo e Biblioteca do Instituto Diplomático, do Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE), mais concretamente do Projeto Refúgio, Migração e Holocausto (1936-1945): Coleção de Vistos do Arquivo Diplomático e a Coleção Fotográfica da Cruz Vermelha Portuguesa, financiado pela FCT, no âmbito do Programa Nacional em torno da Memória do Holocausto.


Pode saber mais em https://rossio.fcsh.unl.pt/2021/04/29/instituto-diplomatico-do-mne-e-o-novo-content-provider-do-rossio/

News

FCT financia projeto do Arquivo Diplomático
Refuge, Migration and Holocaust, 1936-1945:  The Visa Collection of the Diplomatic Archives and a Photographic Collection of the Portuguese Red Cross

O Arquivo Diplomático viu o projeto que apresentou à FCT, no âmbito do Programa Nunca Esquecer, ser objeto de financiamento. O projeto centra-se principalmente no tratamento arquivístico, digitalização, estudo e divulgação pública de uma coleção importante para o estudo da geografia da migração, do refúgio e da diáspora judaica durante a Segunda Guerra Mundial. O projeto incidirá sobre a ação dos cônsules portugueses e também a vida dos refugiados em Lisboa, retratada através da Cruz Vermelha Portuguesa.

News

Bernardo Futscher Pereira deposita espólio no Arquivo Diplomático


O Arquivo Diplomático viu o seu fundo enriquecido com o depósito do arquivo pessoal do Embaixador Futscher Pereira.

O diplomata que, em conjunto com a sua irmã Vera já doara ao Arquivo diplomático o espólio do seu pai, decidiu fazer o mesmo com o seu acervo. O fundo que resulta maioritariamente da atividade profissional do diplomata constituirá uma fonte importante para o conhecimento dos últimos anos do séc.XX, em termos de política externa.

Também investigador, autor de dois volumes sobre a diplomacia de Salazar e do Estado Novo, Bernardo Futscher conhece bem a importância das fontes para  a  investigação histórica e demonstra-o com esta oferta.

O inventário pode ser consultado no catálogo do Arquivo e da Biblioteca, mas o acesso depende de autorização do autor.